Friday, May 19, 2006

NonStop @ EU





FullStop

Só queria com este post pedir desculpas pelo que escrevi ontem. Tinha dito que o "pacote" enviado ao Eurofestival pela RTP tinha "pés e cabeça". Ora parece que estava a avaliar a coisa muito ao de leve afinal. Para mim a canção até parecia aceitável e a escolha de um grupo jovem podia trazer uma energia e frescura acrescentada à performance. O que não esperava é que estragassem tudo com tão pouco empenho e imaginação. Num festival em que todos se esmeram por apresentar um visual rico, glamoroso e coreografias arrojadas nem consigo perceber o que se passou pela cabeça dos responsáveis da RTP.

Começando pela coreografia e mise-en-cène foi uma tristeza por ser tão banal. Foi tão mal concebida ou executada que vi mesmo uma das NonStop a tentar recuperar apressadamente a sua posição para a pose final. Quanto à vestimenta, bem, que trapos tão fracos. Um maillot colorido, um corpete, duas ou três plumas e está feito. Pagam a um estilista para isso? Certamente deviam estar à espera que as NonStop encantassem só por si enviado-as semi-vestidas. Mas é que enquanto nós enviamos uma girls-band com ar de teenagers, os outros países enviam jovens e frescas cantoras mas com um ar adulto e carnudo parecendo muitas "Shakiras" e "Britneys" (por outras palavras enviam as clássicas "mulheraças"). Como podem as NonStop na arte de sedução competir nesses atributos?

Mas o pior, o pior de tudo é QUEM FOI A PARVA QUE ENTROU COM O REFRÃO EM FALSO quase logo no ínicio? Para um grupo que supostamente tanto deve ter ensaiado não há nervos que perdoem tal falha. Já passaram uns anos desde o concurso "Popstars" e apesar de quase não terem feito muito desde lá já deviam ter o profissionalismo suficiente.

Também não se compreende que elas tenham parecido cantar quase à "capella" tal ináudivel era a música. Isto, depois dos problema ditos "técnicos" do ano passado começa a ser dejá-vu a mais.

E que tal enviarem para o ano o Zé Cabra ou o Sandro G? Se afinal uma banda heavy-metal e um grupo que quase só gritava "We are the winners of Eurovision!" chegam à final porque não levarmos antes algo com que a Europa se ria (já que não temos Shakiras...)?

6 comments:

Nuno said...

Estiveram muito mal, as "Camel Toe" :D.
Os Lordi, não fosse aquele aspecto bizarro, a puxar a GWAR e Green Jelly, eram a próxima banda sensação europeia.

Santa Ignorância said...

Infelizmente vivemos num país de Nacionalporreirismo!

jose said...

lol opa. que miséria.
concordo inteiramente com as tuas palavras.
há que ver que é preciso criar-se um circo, que não ganham canções mas sim performances. e é por isso que acabaram por passar os da finlândia e outros tantos.
não temos a shakira (havia lá uma shakira havia, que até acho que passou à final), mas ao menos podiamos ter imaginação. mecer um pouco com a coisa ao nível da cenografia, sei lá. as moças foram tão desenchabidas (acho que nunca escrevi esta palavra antes) que aquilo até custou ver.
acho que sim, que se os nossos amigos portugueses quiserem ir mais longe em festivais próximos terão que apelar mais à imaginação, e ao savoir-faire.
ah, e aquelas farditas que inventaram, enfim, sinceramente...
(também reparei nessa falha no início da canção. imperdoável).

Woman Once a Bird said...

Perdi tudo! Nem me lembrei de tal coisa e, pelos vistos, também não perdi assim tanto... quanto à interpretação nada posso dizer, mas se as vestimentas são as que constam da fotografia, já agora podiam ensaiar uma aula de aeróbica. Ok, ok, tinham plumas.

xá-das-5 said...

Tenho uma ideia:
Para o ano, o madeirense e a espanhola juntos a cantarem no festival.
Que tal?

Nuno Barros said...

Falas da Merche e Cristiano? Já não basta a xunga da oportunista da irmã dele?