Monday, September 05, 2005

Heidi - Singles 7''



Heidi - Singles 7''

"Avôzinho, diz-me tu...". Pois é, resolvi para primeiro post da secção Sonoridades recordar um mito que está na memória de muitos. Parte da imaginação do mágico Hayao Miyazaki que criou Conan - o Rapaz do Futuro, A Princesa Mononake, Spirited Away/A Viagem de Chihiro (e agora vai aparecer com Howl's Moving Castle) a série animada fez as delícias de muitos. Mas neste post não vou falar da série em si e vou antes explorar a edição musical que a série teve por cá.

O sucesso desta série em Portugal (e Espanha também) foi tanto que era possível na época (1974-76) encontrar pelo menos 4 versões do tema original, Avôzinho (Oshiete/Dime Abulito em Japonês). São esses singles que apresento.



1ª Versão - Original/Japonesa - Edição Portuguesa (1974 - RCA / Telectra - SPBO-7033)
O clássico criado pela dupla Kishida Eriko (letras) e Watanabe Takeo (música). Orquestral, uma voz japonesa suave e meiga (2.31 de duração). No outro lado Mattete Gora (Oye). Igualmente uma bela canção no mesmo tom que o lado A (duraçao de 2.12). A imagem gráfica da capa portuguesa não tem nada a ver com a série animada. Curiosamente a licença na contra-capa está é atribuída à RCA espanhola pela Fuji. Provavelmente a RCA não tinha filial por cá.



2ª Versão - Espanhola - Edição Portuguesa (1974 - RCA / Electra - SPBO-2379/E)
Mesma capa que a edição portuguesa do original japonês. Contra-capa com ambas as letras em castelhano. As versões são bem fiéis ao original e são executadas por Carlos Ramón e Amart. O lado A tem 2.38 e o lado B 2.13.



3ª Versão - Portuguesa (1976 - Emi / Valentim de Carvalho [008 40418])
Mais uma capa sem o grafismo original da série animada. Cantada por Maria João (será que...) e Coro, versões de Marcelo Duran e arranjos e direcção do maestro Jorge Machado. Os tempos não estão indicados (e eu fui preguiçoso!).



4ª Versão - Portuguesa (1976 - Roda [RS 107])
Tenho pena de não apresentar a capa deste single mas infelizmente só consegui arranjar este single sem a dita. Pela label esta versão é baseada nos arranjos da dupla espanhola mas tem igualmente o arranjo e direcção do já falecido Shegundo Galarza. Ambos os temas são cantadas por Magda e Turma 8. O lado A tem 2.49 e o lado B 2.15.

Creio que é possível encontrar esta mesma versão no cd Caixinha de Sonhos - Volume 1 da Vidisco, mas disto não tenho a certeza. Se não for a mesma versão, então acrescenta-se uma nova versão cantada em português (a terceira).

5ª Versão - Portuguesa (2005 - Universal Music Portugal [986 933-1])
Recentemente Tó-Zé Brito teve a iniciativa de lançar "As Melhores Canções Infantis" em que inclui Avôzinho. Infelizmente neste novo CD esta versão não é nenhuma das que se encontram já editadas em single (ou outros temas na colectânea como Jacky, Dartacão parecem ser as versões originais). Provavelmente não foi possivel recuperar a matriz original (ou houve problemas de copyright?) e por isso é antes recriada numa nova canção. Só que a voz desta cantora peca por ser esganiçada, artificialmente pseudo-infantil e com os instrumentos a quererem parecer ter pressa de chegar a qualquer lado pois tal é a velocidade comparada com o original. Esta versão apresenta um grande desrepeito à atmosfera suave e campestre existente nas anteriores versões pelo que o resultado é um bocado atroz. Acho que antes prefiro ouvir o José Figueiras a cantar as suas canções tirolesas. Esta versão tem 3.04 minutos.

Lá por fora houve a edição da banda sonora completa, no entanto não sei se cá foi editada, é natural que sim. Se alguém tem informações sobre um álbum que deixe um post.

Nota Eu estou a estudar a melhor forma para apresentar samples audio dos temas deste e de futuros posts. Vejam um dia este post de novo e pode ser que já tenha resolvido a questão.

6 comments:

Anonymous said...

parabéns e obrigado pela informação, que considero credível (não leve a mal o 'esquisitismo', sou jornalista) e posso corroborar pelo menos parte dela. E partilho o repúdio pela versão da Heidi neste disco recente da Universal. Acabei de fazer uma reportagem sobre a Heidi, na qual deu para falar com o próprio Miyazaki (se bem que em colectiva de imprensa). Passa este domingo na SIC (se não acontecer nenhuma catástrofe), parte de um total de três reportagens sobre o Howl's Moving Castle que são exibidas este fim de semana. Cumprimentos, parabéns pelo blogue

MFA
jornalistattwr

Nuno Barros said...

Obrigado pelo elogio e pelo aviso sobre as reportagens a que tentarei estar atento. Compreendo é claro a "desconfiança", no entanto grande parte dela (pelo menos sobre os singles) tenho-a como credível já que possuo efectivamente os discos. Penso que li algures que o Miyazaki era um tanto reservado, mas suponho que nestes filmes que demoram anos a fazer e custam milhões o "marketing" do estúdio de Ghibli o "obrigue" a estas entrevistas. Quanto á versão da Universal foi pena não ter aproveitado esta reportagem para saber a história da dita versão. ;)

inês (paplaminapoppil) said...

AI MEU DEUS A HEIDI!!! foi só um dos amores da minha vida. e só naquela reportagem que deu na tv é que soube que aquilo tinha sido criado por um japonês. sou tao triste. sei os episódiios quase todos de cor, aquilo é a coisa mais fabulosa. e arranho-me toda de inveja pelos teus vinis...

naritaRUC said...

Parabéns por esta pérola :)
Aproveito para lhe dizer que possuo a capa do disco que lhe falta assim como dizer-lhe que a Roda que editou o disco RS 107 também editou o RS 108 "Versão em Português Heidi 2 da série da TV 2".
Se estiver interessado enviarei-lhe uma imagem dos dois discos para completar o excelente post informativo.

Angel said...

Eu tinha o disco. Alias, foi o meu primero disco. (antes dos '33' melhores exitos, ou algo assim).

Seria possivel enviar-me o mp3 da edicao da Roda (e ja agora o da face B que deve ser uma musica mais lenta, nao?)

Agradeco se for possivel,


orteg77@yahoo.com

Angel said...

Ops.
Lembrei-me. A musica do lado B comeca com " Olha o sol como sai la por tras das montanhas..."